Fones

Doença bucal em grávidas pode provocar parto prematuro

Postado no dia 5.07.2013 por Odontocape  //   Destaques  //  Sem Comentário

Algumas pessoas podem nem imaginar a relação entre uma gengivite e parto prematuro. Mas o fato é que pesquisas revelam que a placa bacteriana que provoca a inflamação na gengiva libera uma molécula de composição próxima à droga que é injetada para induzir o parto. Os lipopolissacarídeos das bactérias periodontais estimulam a produção de citocinas que podem causar contrações uterinas e dilatação prematura do colo uterino apressando o parto.

Logo, as pacientes que estão pensando em ficar grávidas devem se submeter a tratamentos preventivos e se realmente apresentarem sinais iniciais da doença periodontal devem realizar o tratamento antes de ficarem grávidas. As pacientes que já estão grávidas são idealmente tratadas no segundo trimestre.

A prematuridade é uma das maiores causas de mortalidade e de problemas de saúde nos recém-nascidos. Além de cuidados especiais, como a necessidade de incubadora, devem ser considerados outros comprometimentos na saúde do bebê que nasce prematuro.

Por falta de informação, muitas mães não realizam o tratamento odontológico durante a gravidez. No entanto, a ligação direta da condição bucal com o parto prematuro merece mais atenção por parte das grávidas e dos dentistas. O atendimento reduziria, assim, os custos operacionais dispensados com problemas de parto prematuro e nascimento de bebês de baixo peso.

Dra. Luísa Tigre

Especialista em Periodontia e Implantodontia.

Ligue e agende sua consulta

ODONTOCAPE – Nossa especialidade é criar sorrisos.

Unidade Graças – (81) 3301.7830

Unidade Boa Viagem – (81) 3301.5780

Unidade Derby – (81) 3222.7222

Unidade Caruaru – (81) 3721.7479

 

Deixe um Comentário